Notícias




VOCÊ TEM PMI?


Às vezes recebemos das pessoas leigas na área de projetos perguntas esdrúxulas como essas:

1) VOCÊ TEM PMI?

2) VOCÊ JÁ LEU O PMBOOK?

3) VOCÊ ESTÁ ESTUDANDO PARA OBTER O DIPLOMA P#% (PALAVRÃO)?

4) VOCÊ É PMO?

5) A SUA EMPRESA JÁ TEM PIEMON?

Essas perguntas estão totalmente erradas e mal formuladas, e você não deveria aceitá-las sem explicar o conceito correto para o emissor.

É compreensível a confusão, afinal é uma sopa de letrinhas com jargões e siglas, mas alguns básicos eu gostaria de explicar para você não dar fora na próxima reunião de negócios.

Em primeiro lugar, por que falamos a língua do P? Pode apostar que nosso P é de “projeto”.

A pergunta 1 não é pertinente, pois PMI® significa Project Management Institute, o tradicional instituto de gerenciamento de projetos fundado nos EUA, mas de atuação global.

Ele fornece serviços de desenvolvimento de padrões, pesquisa, promoção de congressos de gerenciamento de projetos e emissão de certificações profissionais bastante reconhecidas no mercado.

Hoje, o PMI® possui cerca de 500 mil membros em 204 países. Para ser membro do PMI® é necessário pagar uma taxa anual de USD 129.00.

Uma parte significativa dos serviços prestados pelo PMI® é por meio do recrutamento de voluntários entre seus membros.

São esses voluntários que escrevem o Guia PMBOK®, contendo as melhores práticas ou processos de gestão adotados por diferentes empresas e organizações do mundo todo na área de gerenciamento de projetos. O livro serve como uma diretriz para que as organizações criem suas próprias práticas, procedimentos e metodologia, referenciando o que é feito nas organizações mais maduras. Portanto, é errado falar como na pergunta 2 PMBOOK, o correto é Guia PMBOK®, sendo o BOK de “Body of Knowledge”, ou “corpo de conhecimentos”.

Devo citar que, embora seja bastante aceito no mundo todo, existem outras abordagens de gerenciamento de projetos que não seguem as práticas do Guia PMBOK®, por exemplo aqueles que seguem a abordagem ágil. Existe um esforço do PMI® em abranger essas alternativas em seus guias também.

Se você é membro do PMI® não significa que você possui a certificação profissional emitida pelo PMI® denominada PMP® (Project Management Professional). Olha lá, cuidado, não vá dar um fora como na pergunta três: É PMP® o correto!

Para conquistá-la é preciso submeter seu currículo, demonstrando que você tem experiência de 4500 horas; uma vez aceito, pagar a taxa de exame e fazer uma prova na qual você deve acertar pelo menos 60,6%. O objetivo da certificação PMP® é demonstrar que você domina os fundamentos na prática, por vivência situacional. Parece um caminho complicado, mas a certificação é bastante reconhecida no mundo todo, melhora a empregabilidade e normalmente a remuneração do profissional.

Existe também uma certificação para jovens profissionais – PMI-CAPM – que tem os mesmos caminhos, porém com menos requerimento de experiência. Pessoalmente acho essa certificação de valor, pois mostra que o jovem é interessado na área e tem um longo futuro para se desenvolver.

Para que os membros do PMI® tenham a chance de interagir com seus pares, existem Chapters do PMI®, entidades que fomentam a comunidade de gerenciamento de projetos numa determinada geografia, promovendo encontros, atividades, happy hoursetc.

Aqui no Brasil temos chapters do PMI® praticamente em todos os estados. O PMI São Paulo está agora com cerca de 3.200 afiliados e tem uma participação bastante ativa de seus membros.

Finalmente, PMO não é cargo, mas uma unidade organizacional, área ou departamento de uma empresa que presta serviços para demais áreas da empresa. Ela pode prestar serviços de seleção e priorização de projetos, treinamento e orientação aos gerentes de projetos, auditoria, fornecimento de metodologia e aceleradores de gerenciamento de projetos para os praticantes de projetos da empresa. É comum que essa unidade organizacional tenha um gestor, seja ele um gerente ou diretor.

Agora que você já se informou sobre tudo isso, vamos verificar como deveriam ser corretamente formuladas as perguntas no topo do texto:

1) Você é membro do PMI® ou possui a certificação PMP®?

2) Você já leu o Guia PMBOK®?

3) Você está estudando para obter a certificação PMP® do PMI®?

4) Você é o diretor do PMO (Escritório de projetos)?

5) Sua empresa possui um escritório de gerenciamento de projetos (PMO)?

Obrigado e até a próxima.